Vinhos & Esqui

Deguste o melhor dos Caminhos do Vinho em Mendoza e experimente a paixão pelo esqui nas montanhas andinas. Sem dúvida, uma grande combinação que você não pode perder!

1ª Dia: Luján de Cuyo

09h00min -  Saída do Hotel

09h30min -  Visita e degustação na vinícola Achaval Ferrer

Fundada em 1998 no distrito de Perdriel, Luján de Cuyo, a vinícola Achaval Ferrer é líder na área dos vinhos Malbec. Na lista dos vinte melhores Malbec da Argentina ela ocupa a ponta. Em 2009, foi classificada como a -Vinícola do Ano 2009 - pela revista americana Wine & Spirits.

Este pequeno produtor argentino pode ser classificado como boutique, pois produz em pequenas quantidades. Além disso, seus enólogos são famosos pelo sucesso de seu trabalho na Argentina, focado em extrair a melhor uva que um determinado terreno pode produzir.

11h30min -  Visita e degustação na vinícola Renacer ou Pulenta Estate

Mendoza é um dos lugares mais privilegiados do mundo pelas condições que oferece para a produção de vinho. As excelentes características da região são engarrafadas com os grandes vinhos da Renacer, que tem alcançado os mercados do mundo inteiro nos últimos anos.

A Renacer considera sua gente como o capital mais importante e a alma de seus vinhos. Cada um é visto como peça importante na elaboração do vinho que transmite a filosofia da vinícola. A vinícola fica em Perdriel, bem aos pés da Cordilheira dos Andes, por sua vez os vinhedos crescem nos solos franco-argilosos, ideais para o cultivo dos melhores Malbec do mundo.

13h00min -  Almoço na Ruca Malen

A Ruca Malen é um espetáculo para os sentidos. Um prédio belíssimo, moderno, funcional, com um enorme gramado à frente. Uma vez realizada a visita e degustação teremos um almoço gourmet onde desfrutaremos de sua deliciosa cozinha. São cinco pratos servidos com seis vinhos (o último prato vem com dois vinhos, para fazer a prova e escolher o melhor, incluindo seu vinho top Kinien).

Os pratos são servidos em uma sala com uma varanda que tem uma vista fantástica para a Cordilheira, onde se destacam os picos El Plata e Tupungato. O interessante é perceber a harmonização entre os pratos e vinhos degustados. Uma experiência sensorial imperdível que deve ser vivida.   

15h30min -   Retorno ao Hotel.

2º Dia: Vale de Uco

08h30min -   Saída do Hotel

10h00min -   Visita e degustação na vinícola Salentein

Localizada no Valle de Uco, a vinícola Salentein foi a primeira a investir em plantações de uva na região. Hoje, produzem 05 milhões de litros de vinho por ano e 50% da produção é exportada.

Além dos vinhos, destaque para a união de arquitetura e arte projetada no local. Todos os ambientes e fachadas surpreendem pela estética, além das exposições de arte instaladas na vinícola. O local em que os barris são armazenados está projetado de maneira circular, como um anfiteatro e no centro há uma rosa dos ventos, apontando para os pontos cardeais.

Os vinhos da Salentein provêm de três "fincas" (fazendas): El Portillo, La Pampa e San Pablo, situadas em altitudes e com solos e orientações diferentes. Eles tem se mostrado os mais confiáveis da Argentina no conceito de "vinhos reserva".

12h00min -   Visita e degustação na vinícola La Azul

Fundada em 2003, essa promissora vinícola está encravada no Alto Vale de Tupungato, Mendoza. Aproveitando o terroir do Vale de Uco, a vinícola consegue elaborar vinhos tintos maravilhosos, utilizando tecnologia de alta qualidade e buscando um equilíbrio perfeito entre o estilo francês e o americano.

A vinícola é uma das menores na Argentina e isso garante um cuidado muito especial na elaboração de vinhos tintos incríveis e de grande qualidade. A vinícola só produz 35.000 garrafas no ano e exporta quase o 50% de sua produção.

Sem dúvida é uma jóia do Vale de Uco que deve ser conhecida, pois com certeza seus vinhos são raridades e dificilmente encontradas que despertam paixões.

13h30min -  Almoço na vinícola O Fournier

Os vinhos de O. Fournier tem como característica a elegância e a pureza e o que os distingue é o terroir, esta entidade abstrata com fundamentos concretos no solo, clima e local. Parte dos vinhedos estão plantados no sistema argentino moderno e outra no espanhol, em que as vinhas saem em arbustos e se sustentam sem necessidade de fios.

A vinícola surpreende pela arquitetura, fantástica, premiadíssima, muito funcional e confortável. A vinícola é uma das melhores e mais conceituadas, com altas notas da Wine Spectator. A O’Fournier é considerada a maior especialista em Tempranillo na Argentina e, além disso, elabora vinhos cheios de estilo.

16h00min -  Retorno ao Hotel.

3º Dia: Maipú

09h00min -   Saída do Hotel

09h30min -   Visita e degustação na vinícola Domaine St. Diego

O famoso enólogo Angel A. Mendoza iniciou o projeto de um micro empreendimento vinícola familiar em 1988 com o objetivo principal de elaborar vinhos de produção limitada oriundos de vinhedos próprios.

Os vinhedos são conduzidos em espaldeira dupla e alguns em Gobelet (forma de arbusto). Uma caminhada pelos parreirais da vinícola é um convite quase irrecusável. Os olivais estão por todos os lados, e além de fornecer matéria prima para fabricação de azeites, protegem as vinhas. No percurso, muitos cartazes educativos, outros com pensamentos e poesia (inspiração que vem da natureza exuberante do local e dos bons vinhos).

Teremos uma oportunidade única de experimentar os raros vinhos do Domaine St. Diego, porque eles não são exportados! Seus vinhos só podem ser comprados pelos visitantes ou pelos revendedores que batem em sua porta para comprar os vinhos. Com certeza tem que aproveitar!

11h30min -   Visita e degustação na vinícola Tempus Alba

A vinícola Tempus Alba (Tempo da Aurora) é uma vinícola familiar onde seus vinhos representam o que a Argentina faz de melhor e de moderno nesse sentido. A vinícola encanta, não só pelos vinhos que faz, como também pela dedicação e carinho na elaboração, pelo respeito à terra.

A 800m acima do nível do mar, a Família Biondolillo decidiu estabelecer-se e construir a vinícola num terroir que consideraram ideal para o cultivo de uvas Malbec. Esse terroir é estratégico para o desenvolvimento da empresa familiar, já que suas cepas constituem o material genético de base para a identificação de diferentes clones de interesse enológico que estão sendo implantados nos vinhedos. Com isto se consegue aperfeiçoar a expressão varietal das castas nos diferentes terroirs.

A busca do melhor Malbec do mundo através de "clones" é desenvolvida no seu laboratório. Sem dúvida, uma das vinícolas mais inovadoras da Argentina.

13h00min -   Visita e degustação na vinícola Zuccardi

Em 1963, Alberto Zuccardi comprou um pedaço de terra improdutiva em Maipú (o berço do vinho argentino) para testar um sistema de irrigação. A coisa deu tão certo que, cinco anos depois, em 1968, o engenheiro já tinha aberto sua própria vinícola

Aproveitando os recursos que a natureza lhe deu, o engenheiro Zuccardi criou um mecanismo para canalizar parte do desgelo da montanha até suas vinhas, armazenando tudo em pipas subterrâneas.

A Familia Zuccardi é uma das principais vinícolas da Argentina e seu diretor José Alberto Zuccardi um dos maiores responsáveis pelo sucesso do vinho argentino no mundo. Vem dele o projeto de inovação da vinícola, que desde a década de 90 percebeu que deveriam oferecer produtos mais leves e aromáticos, adaptando-se assim ao gosto do novo consumidor do vinho. Esse espírito corajoso e inovador mostra caminhos importantes, pois mantêm o nível de excelência nos seus vinhos, que se hoje parece uma miragem, há 40 anos era somente um sonho.

Mendoza pode até ser "um deserto de altitude", mas a vinícola da Família Zuccardi é mais que uma miragem, é um oásis.

13h30min -   Almoço tradicional na Casa do Visitante

Como visionário, José Zuccardi percebeu que um grande número de turistas visitaria Mendoza à procura de vinhos e de suas coisas, daí a vinícola Zuccardi preparou uma recepção digna a este público. Fez construir no meio de um de seus vinhedos, um super restaurante, com salas de recepção e loja de produtos temáticos, onde seus vinhos podem ser comprados.

O visitante é levado por entre um vinhedo de Torrontés, até chegar ao restaurante chamado Casa do Visitante e lá se pode desfrutar da boa gastronomia argentina, destacando-se as empanadas, onde a de cebola é um destaque à parte.

16h00min -  Retorno ao Hotel.

4º Dia: Traslado privado a Las Leñas

Em horário combinado, traslado ao Vale de Las Leñas. Check in no Hotel.

Tarde livre para esquiar.

5º Dia: Las Leñas

Dia livre para esquiar.

6º Dia: Las Leñas

Dia livre para esquiar.

7º Dia: Las Leñas

Dia livre para esquiar.

8º Dia: Las Leñas

Dia livre para esquiar.

9º Dias: Las Leñas

Em horário combinado, traslado ao Aeroporto de Mendoza.

 


Veja algumas imagens do resort Las Leñas...